image1207

Amenófis Venerado pelos operários, sem dúvida na qualidade de fundador da instituição do Túmulo, o rei Amenófis I divinizado é, por sua vez, um Deus e uma espécie de santo patrono. Filho da rainha Ahemés-Nefertari e do rei Amófis, ignora-se onde estaria seu túmulo, mas seu templo de milhões de anos estava separado deste. A ele …

Read more »

image11031

Excelso lótus de névoas diamantinas, irresistivelmente perfumado pelo mais místico delirar da poesia que um ósculo da Via Láctea, lascivamente eivado de feitiçaria pagã, semeara nos lábios constelados do Infinito, a Lua saciava a sede de Tóth com o orvalho de magia cósmica que as pétalas de seu corpo astral cobriam de orvalho doce. Seu …

Read more »

image10201

Saciados os céus da alma humana na tempestade do viver, onde o corpo, lavado do seu sentir pela chuva da morte, era então convertido em múmia, para que, no funeral houvesse um sepultamento honroso. Os egípcios iludidos com promessas de imortalidade apressavam-se a erguer e ornamentar túmulos, adquirir os vitais caixões, seguidos de suntuosas imitações …

Read more »

image941

No Antigo Egito, Ámon-Ré, imanente encarnação do astro-rei, era soberano do sublime éden de fruição espiritual, de cujo seio de apoteoses divinas brotava o fruto da harmonia cósmica que deuses e homens cobiçavam. Ávidos de saciar a sua sede no néctar de paz intemporal dele resvalado, estes coroavam os céus com arco–íris talhados em hinos …

Read more »

image855

À semelhança de tantas outras civilizações da antiguidade, os egípcios veneravam o Sol como a mais importante deidade da sua inebriante religião, prestando-lhe um culto sincero e apaixonado enquanto Deus primordial, ourives da criação que nos primórdios da existência talhara a joia do universo, fonte da vida e alimento perpétuo. No panteão egípcio, inúmeras são …

Read more »

image777

No Antigo Egito, longe de constituir um conceito trivial isento de sentido ou alma, ou talvez uma utopia impressiva banalizada pelo tempo, a Verdade surgia como o mais sublime caminho para a fruição espiritual. Encarnada pela Deusa Máet, a verdade é assim sinônimo de retidão, lealdade, justiça, em suma, de todos os princípios básicos que …

Read more »

image696

Anúbis (Anupu em egípcio) iluminava a noite do panteão egípcio enquanto pilar que sustinha o templo de um mito intemporal que prometia às almas a eternidade. Escravizados pelo alento de navegarem no abrigo da imortalidade, superando os próprios limites da existência, os Egípcios conceberam a arte do embalsamamento, que, ao conservar os seus corpos, os …

Read more »

image534

Hórus, mítico soberano do Egito, desdobra as suas divinas asas de falcão sob a cabeça dos faraós, não somente meros protegidos, mas eram a própria encarnação do Deus do céu, pois ele era o Deus protetor da monarquia faraônica do Egito unido sob um só faraó, regente do Alto e do Baixo Egito. Desde o início …

Read more »

image451

Osíris, com certeza, é a mais célebre deidade do panteão egípcio e igualmente uma das mais complexas, pelo que não é, pois, de estranhar que os teólogos tenham procurado sintetizar os aspectos diferentes deste personagem, através da criação de uma lenda. Para infortúnio dos amantes da mitologia egípcia a denominada Lenda de Osíris não é …

Read more »